Notícias

Notícias

Notícias

O que você precisa saber sobre a tosquia de ovinos!


Por Equipe H.J. Baker em 05/04/2019

Uma das ocasiões mais esperadas pelos criadores de ovelhas é a hora da tosquia. Mas, se você começou a criar esses animais a pouco tempo, talvez tenha algumas dúvidas a respeito dessa rotina. Por isso, vamos te ajudar. Leia nosso texto para entender melhor sobre o assunto!

1. A frequência e a época ideais para a tosquia: O verão é a melhor estação para a tosquia, pois o animal não sentirá frio na ausência de lã. No Brasil, isso pode acontecer entre os meses de agosto e dezembro, mas pode variar de acordo com o criador e a região. Segundo publicação da EMBRAPA, a tosquia deve ser feita pelo menos uma vez ao ano e preferencialmente em novembro.

2. A quantidade de lã: Esse período de um ano entre uma tosquia e outra permite que haja um comprimento maior da lã. Mas à medida que a lã é tratada, seu volume diminui. Após a lã ser lavada, cardada e penteada, restam apenas metade dos fios. Outro componente que encontramos durante a refinação da lã é a lanolina, que é uma substância produzida pelas glândulas sebáceas e é rica em ácidos graxos, conferindo impermeabilidade a lã. Este subproduto semelhante a uma cera é extremamente importante, pois pode ser comercializado para compor produtos cosméticos, como shampoos e maquiagens e também pomadas e outros medicamentos. Quando pensamos em comercializar somente a lã, é importante dizer que a mesma deve estar livre da lanolina.

3. A qualidade da lã: Para garantir a qualidade da lã, é necessário se atentar para alguns cuidados antes da tosquia. Desde a fase da gestação e da lactação, a boa alimentação da mãe já contribui para a qualidade da lã, tanto dela quanto da cria. Além disso, dias antes da tosquia, é preciso cuidar para que as ovelhas não peguem chuva, para que não haja aparecimento de bactérias ou fungos na lã molhada. Preste atenção também para que o local da tosquia esteja limpo, sendo de concreto ou madeira, para não sujar e contaminar a lã.

4. As vantagens de tosquiar: Uma das principais razões para a tosquia é o próprio cuidado com o animal. O processo é feito durante o verão justamente para proteger os ovinos do excesso de calor. A temperatura corporal é reduzida e, com isso, o mal-estar e o desconforto do animal diminuem. Além disso, os resíduos que estão grudados na lã acabam sendo eliminados na tosquia, higienizando os animais. No caso da tosquia na área genital, o acúmulo de fezes e urina diminui. Não fazer a tosquia nesses locais pode causar assaduras, assim como o acúmulo de insetos que contribuem para desenvolver a doença. A tosquia também é importante por fazer uma seleção dos ovinos. Quanto mais qualidade e volume tiver a lã, melhor será a produtividade per capita dos ovinos, por isso, muitas produções selecionam as ovelhas nessa ocasião. A retirada da lã ainda é vantajosa para o bolso do criador, já que o preço da lã é cotado em dólares, chegando a custar US$ 6 o quilo do produto.

5. Como é o processo: A tosquia acontece de diversas maneiras e processos. Entre eles, podemos destacar o método manual, o método comum, com o uso da tosqueadeira elétrica, e o método australiano, que utiliza meios mais modernos. O que difere um processo de outro é a disponibilidade de espaço e também o tamanho do rebanho. A máquina tosqueadeira elétrica, por exemplo, consegue ser mais rápida e segura. Mas em compensação exige ser montada em galpões, já que são fixas. A tosquia deve ser feita por um profissional capacitado, para que tudo seja feito da forma correta, sem prejudicar o animal.

6. Observações importantes para a pós-tosquia: Depois de realizar a tosquia, é importante cuidar dos ferimentos dos animais para evitar problemas, como bicheiros. Quando os ferimentos estiverem cicatrizados, o que leva cerca de 30 dias, o criador deve fazer um banho de imersão nos ovinos, e repetir esse processo depois de 14 dias. Isso vai prevenir o aparecimento de parasitas. Quanto ao produto, é importante que lãs amarelas e pretas sejam embolsadas separadamente, para que a contaminação e desvalorização das outras não aconteça.

Gostou das informações? A H.J.BAKER pode ajudar no desempenho da sua criação de ovinos. Conheça nossa linha Allnova Sheep e outros produtos da H.J.Baker em www.hjbaker.com.br !

 

Fontes:

Embrapa: https://www.embrapa.br/

Canal Rural: https://canalrural.uol.com.br

AGON: https://www.agron.com.br

Relacionadas

Vacinas importantes para bovinocultura de corte

Conheça a Equoterapia e seus Benefícios!

Allnova apresenta linhas Result, Select e Way durante o 27º Congresso Brasileiro ABQM