Notícias

Notícias

Notícias

Você sabe qual a importância da Lisina para os potros?


Por Equipe H.J. Baker em 31/05/2019

A alimentação de um potro de até um ano de idade merece uma atenção especial. Isso porque, durante essa fase, o animal pode atingir até 90% de sua altura quando adulto, o que faz com que os primeiros meses de vida sejam fundamentais.

Um equino que está em boa forma é aquele que sempre se mantém em atividade, que tem um bom equilíbrio corpóreo, uma boa formação muscular e óssea, apresenta boas condições físicas e, claro, um bom desempenho.

Para conseguir alcançar tudo isso, é indispensável que o cavalo tenha uma dieta equilibrada, com uma ração que ajude a compor uma dieta equilibrada e que proporcione um bom desenvolvimento.

Começar a suplementação desde cedo, portanto, é o que faz a diferença para ajudá-los a obter uma melhor condição corporal, deixando-os mais fortes e musculosos ao longo desse período. Desta forma, para o máximo desenvolvimento de seu potro, devemos cuidar dele a partir da barriga da mãe. A nutrição da égua é o primeiro passo para a nutrição do potro, pois ela irá direcionar para o filho todos os nutrientes durante a gestação e mesmo após o nascimento, com a produção de leite. Ou seja, uma boa ração para a mãe na gestação e lactação irá influenciar diretamente no desenvolvimento de seu futuro campeão. E após o desmame entramos com os produtos próprios para as idades. E é aí que a Lisina entra em ação, tanto para mãe quanto para os potros.

A Lisina

Em 1971, os especialistas L. H. Breuer e D. L. Golden observaram que, ao incrementar a ração dos potros desmamados, o efeito poderia ser bastante positivo. Alguns animais passaram de 370 gramas por dia para 730g, um aumento de cerca de 97% no peso, o que era bastante animador.

Esse resultado foi possível com o uso da Lisina, um aminoácido importante para o crescimento e a formação muscular em vários animais, como cães, gatos, suínos, galinhas e, claro, os cavalos.

Mais vantagens da Lisina

Dentre suas vantagens, a Lisina é capaz de auxiliar no desenvolvimento dos cavalos, em especial no crescimento e ganho da massa muscular desses animais jovens.

Esse ingrediente é responsável pelo ganho de peso diário apenas com uma pequena adição e, como vimos na pesquisa citada acima, pode tornar os potros mais desenvolvidos, em comparação aos que não foram suplementados.

Ela também tem como benefício o acréscimo de proteína corporal, complementando dietas com baixa ingestão proteica. Ademais, a Lisina também induz um melhor desempenho, ajudando na recuperação física enquanto os equinos estão em treinamento e melhora produção e característica do leite em éguas lactantes.

Quando se trata de potros, a lisina é responsável por torná-los mais fortes e maiores em um período essencial de suas vidas, além de ajudá-los a ter um bom desempenho e serem mais saudáveis, alcançando equilíbrio corporal e uma performance surpreendente, que é o que todo criador busca!

Se você quer investir na melhor nutrição para o seu campeão, conheça a nossa linha AllEquus!

 

Fontes:

Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Mangalarga Marchador (ABCCMM)  - http://www.abccmm.org.br

AGRO LINK - https://www.agrolink.com.br

Experimento “Lisina para Potros da raça Mangalarga Marcahador”, realizada na Universidade Federal de Lavras (UFLA) - Wiviani Maria Chaves de Figueiredo,  José Augusto de Freitas Lima, Kleber Villela Araújo e Elias Tadeu Fialho.

Relacionadas

Plantas Invasoras: Seus perigos e como controlar infestações

Cuidados com seu grande companheiro de trabalho, o Cavalo!

Está anotando? Você precisa acompanhar os resultados da sua fazenda!