Notícias

Notícias

Notícias

Modalidades Equestres: Conheça algumas!


Por Equipe H.J. Baker em 02/08/2019

Você conhece as modalidades equestres? O hipismo é dividido em várias modalidades, sendo que três delas são consideradas olímpicas: salto, adestramento e Concurso Completo de Equitação!

Embora as outras não entrem na competição, também são oficiais e regidas pelo regulamento da Federação Equestre Internacional (FEI). Assim, o enduro, as provas de rédeas, o volteio e outras, também seguem o que manda a FEI. Há ainda o polo, que é regido pela Federação Internacional de Polo e muitas outras modalidades esportivas que encantam.

Conheça abaixo algumas modalidades equestres e saiba um pouco mais sobre como elas funcionam.

Polo é uma modalidade equestre bem conhecida

Essa modalidade veio da Índia e remete à caça de pequenos roedores. Para caçar os animais, as pessoas usavam os bastões, que são utilizados no esporte.

A partida dura em torno de uma hora e meia, tem a participação de quatro pessoas e é dividida em tempos de sete minutos cada. Quando há a cobrança de uma falta, o cronômetro para. O taco tem em torno de 50 cm de comprimento e a bolinha é feita de polipropileno ou madeira.

O jogador, em cima do cavalo, tem o objetivo de golpear a bolinha e guiá-la até a baliza adversária. No geral, os cavalos escolhidos para a prática do polo são os das raças puro sangue inglês, manga-larga, quarto de milha e crioulo. Eles são resistentes e velozes, o que pode justificar as escolhas.

Volteio

Um esporte de muita beleza e que exige muito equilíbrio, pois o atleta deve fazer acrobacias sobre o lombo do cavalo enquanto ele galopa. Para que seja realizado, é preciso que a relação entre animal e pessoa seja de muita confiança.

A história da modalidade revela que ela nasceu do fato de as pessoas precisarem subir e descer do animal diversas vezes durante a guerra. Com o tempo, o que era necessidade se transformou em suavidade, harmonia, precisão e estética.

O volteio é muito praticado na Alemanha e na França. No Brasil, além das categorias internacionais, A, B, C e D, foram adotadas também as E e F, que aceitam exercícios mais simples. A ideia da criação das duas categorias é incentivar a prática desse esporte.

Não há uma raça mais usada para o volteio. No geral, os animais são escolhidos pela altura e docilidade que permitam a prática das acrobacias. Um único animal pode ter que suportar até três atletas.

Enduro equestre

Trata-se de uma corrida de média ou longa distância, que pode ter entre 35 e 160 km de distância. A competição existe no Brasil e a primeira foi realizada em Tremembé, no estado de São Paulo, em 1989.

A maioria dos praticantes prefere os cavalos de puro sangue árabe (PSA), mas qualquer raça é aceita, desde que o animal possua casco resistente, tenha boa saúde e seja tranquilo.

Adestramento

Essa, que é uma modalidade olímpica, consiste em estimular os movimentos que são naturalmente feitos pelo cavalo. O animal precisa ter leveza, delicadeza, elasticidade e harmonia para obedecer aos comandos do cavaleiro que o conduzirá.

A modalidade é cercada de elegância, que pode ser vista, inclusive, na roupa específica usada pelo atleta para a montaria. Os mais indicados para o adestramento são o cavalo andaluz e o anglo-árabe.

Além das modalidades acima, hoje no Brasil há inúmeras modalidades esportivas que vem encantando e ganhando adeptos. Gostou de conhecer um pouco mais sobre as modalidades equestres? Então continue visitando nosso blog para mais informações interessantes sobre esses animais incríveis!

Conheça a linha Allequus da H.J.Baker, especializada para nutrição de equinos atletas. Temos o produto ideal para a intensidade de trabalho do seu campeão! 

Relacionadas

A política e seu impacto na bolsa

Como é realizada a exportação de bovinos vivos?

Allnova apresenta linha AllEquus durante o 11º Festival Nacional do Cavalo BH